Líquido sinovial é fundamental para tratamento fisioterapêutico. Entenda a sua função.



viscosuplementacao-do-joelho

Líquido sinovial (fluido sinovial ou sinóvia) é um líquido transparente e viscoso das cavidades articulares e bainhas dos tendões. É segregado pelas membranas sinoviais. O termo sinóvia pode apresentar certa ambiguidade, pois alguns autores a consideram sinônimo de membrana sinovial.

O líquido sinovial é um dos elementos que formam o Sistema Locomotor, junto com os ossos, músculos, ligamentos e articulações. Tem a função de lubrificar as articulações sinoviais, permitindo seu movimento suave e indolor (nas articulações imóveis, como as suturas cranianas, não existe o líquido sinovial).

É formado por um ultrafiltrado do plasma através da membrana sinovial, cujas células secretam um mucopolissacarídeo contendo ácido hialurônico e pequena quantidade de proteínas de alto peso molecular (tais como fibrinogênio e globulinas), a qual se soma a esse ultrafiltrado. Como essa filtração plasmática não é seletiva — exceto no que diz respeito a essas proteínas de alto peso molecular — o líquido sinovial normal tem, essencialmente, a mesma composição bioquímica do plasma. Fornece nutrientes para as cartilagens e atua como lubrificante das faces articulares móveis.

É fundamental para o fisioterapeuta entender a fisiologia do líquido sinovial, pois a função do líqui do sinovial, entre outras, visa manter a integridade da cartilagem articular, atuando como:

1. Lubrificante, impedindo o desgaste das cartilagens pelo atrito constante;

2. Amortecedor de choque, diminuindo a força de carga sobre a articulação;

3. Meio de nutrição para a cartilagem, função que se processa paralelamente ao massa geamento constante a que está submetida a cartilagem articular durante o movimento articular.

Entender a função do líquido sinovial contribui para a elaboração da avaliação e do programa fisioterapêutico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *