Judicialização, Impugnações e votos. Entenda o que acontece na eleição do COFFITO.



– A eleição do COFFITO é INDIRETA (nós não votamos), conforme a lei 6316/75, ou seja, os que decidem a chapa vencedora são os CREFITOs. (um voto cada)

– O atual presidente, Dr. Roberto Cepeda, está no cargo há 12 anos e tenta a reeleição para mais 4, porém, a justiça impediu disputar a presidência, ou seja, ele pode continuar na composição da chapa sem assumir a presidência;

– Nos últimos anos, conselheiros do COFFITO disputaram eleições nos CREFITOs, ou seja, esses mesmos conselheiros (que hoje são presidentes de CREFITOs) provavelmente vão votar na chapa montada pelo do Dr. Roberto Cepeda;

– CREFITOs foram desmembrados (criados novos regionais) a gosto do Dr. Roberto Cepeda. Provavelmente, os atuais dirigentes desses regionais votarão na atual gestão do COFFITO;

– Conselheiros de atuais gestões de CREFITO participam da chapa da reeleição do COFFITO. Exemplo: O Dr. Leandro, conselheiro da atual gestão em São Paulo, está na chapa de reeleição do COFFITO, agora reflita: qual a chance do CREFITO-3 (SP) votar contra?

– As impugnações são decididas no voto dos CREFITOs, ou seja, não existe uma comissão IMPARCIAL para julgar as impugnações das chapas. Assim, a chapa de oposição no COFFITO foi impugnada por decisão da maioria dos CREFITOs.

Você, Fisioterapeuta ou Terapeuta Ocupacional, acha isso correto?

Eu não!

BASTA!! #NÃO Á REELEIÇÃO #MUDA COFFITO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *