Funções Fisiológicas da Bandagem Elástica -Tapings

 

56c54137-3913-4413-a782-a05da37cd225

Olá pessoal tudo bem ?

Hoje vamos falar um pouco sobre as funções fisiológicas das aplicações das Bandagens Elásticas Funcional (Tapings). Aproveitem! :)

 

 

A função dérmica é resultado da ação sensorial da bandagem sobre os mecanoceptores por meio de pressões, tensões, elevações, descompressões e trações da pele. Sendo assim, em decorrência do estímulo tátil superficial, dá-se a ativação dos nervos periféricos localizados na pele, proporcionando um efeito analgésico.

Fonte: Walker, 2013
Uma das principais finalidades da aplicação da fita é a de elevar o espaço sob a pele e tecido mole de tal forma que proporcione a ampliação do espaço e facilite movimento de fluídos (sanguíneo e linfático).
Segundo a hipótese proposta pelo Doutor Kase, a aplicação da fita promove o aumento do espaço entre a derme e a fáscia, melhorando a circulação local e removendo possível calor produzido pela inflamação. Visto que esse auxílio na drenagem dos fluídos corporais reduz o processo inflamatório em lesões de tecidos moles como resultado da eliminação das substâncias químicas presentes, e consequentemente diminuição de edema, calor, rubor e dor (Oliveira et al, 2013; Wu et al, 2015).

Quanto à função muscular, seu objetivo é desencadear efeitos diretamente sobre a musculatura, estimulando e ativando o músculo ou grupo muscular durante o movimento. Por outro lado, esse método também pode ser utilizado em condições que os músculos se encontram hiperativos, hipertônicos e excessivamente fortes. Nesse caso, a bandagem desenvolverá efeitos inibitórios, relaxantes, reduzindo, assim, as hiperatividades musculares (Lemos et al, 2015).

A aplicação da fita deve obedecer aos objetivos propostos quanto à técnica e também o tratamento. Já que a fita aplicada na direção das fibras musculares (da origem para a inserção) possa colaborar com o encurtamento muscular, otimizando assim a relação comprimento-tensão dos princípios do alongamento muscular e consequentemente aumenta a sua capacidade de gerar força (Alexander et al, 2003).

 

O contrário da aplicação também é valido, cuja aplicação inicia na região da inserção para a origem, visto que o objetivo mudou o que antes era para facilitar a contração, deste modo, está facilitando o alongamento muscular.
Quando o objetivo for à aplicação na articulação, a bandagem irá agir diretamente sobre o alinhamento articular, facilitando o equilíbrio entre os músculos e possibilitando o controle dos movimentos patológicos e a reeducação motora.

Lembre-se: Para a aplicação da bandagem, a articulação deve ser posicionada de forma que a pele e o músculo estejam em alongamento.
(Lemos et al, 2015)

 

Gostou ? Compartilhe com seus amigos!Banner_Cursos_Fisioterapeuta

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *