Fisioterapeutas recusam atender pacientes por baixos repasses

As famosas empresas de HomeCare tem um novo problema: cobrir a assistência fisioterapêutica dos clientes. Isso porque muitos fisioterapeutas estão recusando atender por valores inferiores a R$ 30,00 reais.

O atendimento chamado de HomeCare é uma alternativa eficiente para pacientes que possuem dificuldade de locomoção, seja por questões físicas ou por distância. Sendo assim, a fisioterapia é uma das assistências com maior volume dentro deste tipo de serviço e hoje é associada a grandes empresas que centralizam o serviço mas pagam valores ínfimos para os profissionais.

É comum ouvir de fisioterapeutas que existem empresas que pagam R$ 8,00 reais por atendimento. Em algumas cidades, esse valor não cobre o custo de passagem no transporte público (ida e volta), por exemplo.

Algumas empresas chegam a pagar R$ 25,00 reais mas o problema é o mesmo, o profissional se encontra limitado para exercer um trabalho de qualidade recebendo R$ 25,00 reais por hora e muitos acabam realizando terapias com menor tempo e volume técnico.

Segundo os profissionais o valor mínimo deveria ser R$ 60,00 reais por consulta, o que atualmente foge (e muito) dos padrões pagos.

“Precisamos reajustar esses valores, oferecemos um serviço de qualidade que demoramos no mínimo 5 anos para formatar. As empresas estão acostumadas a pagar valores risórios, mas agora vamos recusar até reajustar valores dignos para trabalharmos”, relata uma profissional.

A estratégia dos profissionais é recusar valores abaixo de R$ 30,00 reais e discutir com as entidades de classe e ministério público alternativas para melhorar o serviço prestado à população.

4 Comments