Fisioterapeuta é cassado por tentar infectar mãe com seringa com HIV

866-28-Post-facebook866-28-Post-facebook866-28-Post-facebook866-28-Post-facebook866-28-Post-facebookaids

O agora ex fisioterapeuta Marcos Alex da Silva Gualberto, 41 anos, preso em flagrante pela Polícia Militar no dia 27 de outubro no bairro Jardim Eldorado, acusado de tentar transmitir o vírus HIV para sua própria mãe, de 71 anos, teve o seu registro profissional suspenso e está proibido de entrar em qualquer hospital de Cuiabá para exercer a sua profissão.

Na decisão ocorrida durante a audiência de custódia, o juiz Marcos Faleiros da Silva assinou um mandado de intimação endereçado ao Conselho Regional de Fisioterapia Ocupacional (CREFITO-9), relatando o risco de o fisioterapeuta que é soropositivo tentar usar o seu trabalho na área de saúde para tentar infectar pacientes. “Há justo receio que utilize sua profissão para a prática de infrações penais (possível contágio de outras pessoas pelo vírus HIV). Oficie-se ao Conselho Regional de Fisioterapia comunicando a suspensão do registro do indiciado”, explica o magistrado.

Ainda na decisão, o juiz pede para que todos os hospitais da cidade, além das Secretarias de Saúde tanto municipal quanto estadual, sejam comunicadas e proíbam uma possível contratação do fisioterapeuta, que era funcionário do Hospital Santa Helena. “Oficie-se também, todos os hospitais públicos e privados e as secretarias estadual e municipal de saúde acerca da proibição do indiciado de exercer qualquer atividade em unidades de saúde”.

Marcos Alex foi preso na manhã do dia 27 de outubro, acusado de tentar infectar a sua mãe com o vírus HIV. Segundo o boletim de ocorrência registrado pelo 3° batalhão da PM, o homem teria retirado o seu sangue com uma seringa e perfurado com ela o braço da idosa.

CursosTopo

No boletim de ocorrência, também é relatado que ele teria usado drogas durante toda a madrugada e chegou a furtar uma TV de tela plana da casa da mãe para trocar por entorpecentes.

Policiais militares que atenderam a ocorrência foram impossibilitados de prender o suspeito, que chegou a cortar a se cortar para que ninguém chegasse perto dele. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi até o local e sedou o homem, que precisou ser medicado antes de ser encaminhado a delegacia.

Autuado nos artigos 131 (praticar, com o fim de transmitir a outrem moléstia grave de que está contaminado, ato capaz de produzir o contágio), 147 (ameaça) e 155 (furto), o fisioterapeuta foi transferido para Penitenciária Central do Estado.

 

Fonte: http://www.folhamax.com.br/policia/juiz-cassa-registro-de-fisioterapeuta-que-tentou-infectar-mae-com-hiv/65373

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *