Estudo aponta que Gelo e TENS juntos, geram efeitos analgésicos.

saneo-tens-shoulders-l

Participaram do estudo 13 voluntárias saudáveis do sexo feminino com idades que variaram entre 16-20 anos. Destas, 3 não fizeram parte da análise dos resultados finais pois foram selecionadas para participar do estudo piloto.

Foi realizado estudo piloto para calibração dos 3 avaliadores e os mesmos tiveram funções atribuídas a saber: 1. aferição do limiar da dor na prega cutânea tricipital com o adipômetro e sorteio da ordem de aplicação das técnicas; 2. aplicação das técnicas (crioterapia, TENS e criotens); 3 tratamento estatístico dos resultados.

Como instrumentos foram utilizados: um adipômetro para avaliação quantitativa do limiar doloroso na prega cutânea tricipital, Escala Visual Analógica (EVA), aparelho de TENS, eletrodos auto-adesivos, gelo e toalha.

Diante dos mecanismos diferentes de analgesia, Felício (2005) afirma que existe uma grande discussão a respeito da possível potencialização ou anulação do efeito da TENS pela crioterapia quando ambos são utilizados de forma concomitante nos processos dolorosos. Sabe-se que a TENS precisa da integridade sensorial para conduzir os impulsos sensitivos ao passo que a crioterapia provoca um retardo nessa condução nervosa.

PUBLICIDADE: I CONGRESSO DE FISIOTERAPIA DA BAIXADA SANTISTA. CLIQUE!

O uso da Criotens não contribuiu negativamente para alterações no limiar da dor, ao contrário, o seu efeito analgésico foi mantido. E com base na forma como a Criotens foi aplicada nesta pesquisa (a crioterapia a e TENS foram utilizadas juntas), sugere-se que o gelo pode atuar reduzindo a velocidade de condução nervosa, mas não a extingue completamente. Este fato é corroborado pelo autor Andrews et al. (2000) que diz que após vinte minutos de aplicação da crioterapia a condução nervosa é reduzida em menos de 30% e assim, nada impede que a TENS possa também atuar provocando a modulação da dor (analgesia) de acordo com a Teoria das comportas de Melzack e Wall.

 

Este estudo mostrou que o efeito analgésico da Criotens é mantido, mesmo diante dos questionamentos sobre o seu mecanismo de ação. Contudo não foi observada a sua superioridade em relação à Crioterapia e a TENS. Dessa forma, as três técnicas se mostraram igualmente eficazes na alteração do limiar da dor.

Fonte: O Uso da Tens, Crioterapia e Criotens na Resolução da Dor The Use of Tens, cryotherapy and Criotens in the Resolution of Pain. Revista Brasileira de Ciências da Saúde Volume 14 Número 1 Páginas 27-36 2010

2 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *